Dados do Acervo - Mon. Pós-Graduação

Número de Chamada   
 
334.2    P659d    MP   
Autor Principal Pinto, Alexandre Max Lisboa
Entradas Secundárias - Autor Gomes, Waldete Vasconcelos Seabra
Nascimento, Maria Antônia Cardoso do , orientador
Universidade Federal do Pará. Núcleo de Altos Estudos Amazônicos. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Gestão de Cooperativas
Título Principal Desempenho institucional em cooperativa de crédito mútuo no Estado do Pará sob a abordagem do capital social e a nova economia institucional (NEI) : o caso COOESA / Alexandre Max Lisboa Pinto, Waldete Vasconcelos Seabra Gomes; orientador Maria Antônia C. Nascimento
Publicação 2007.
Descrição Física 126 f. : il. ; 30 cm
Notas Monografia (Especialização) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Gestão de Cooperativas, 2007
Inclui referências bibliográficas
Resumo: O advento do processo de globalização resultou em mudanças profundas nas relações sociais e econômicas e na ambiente institucional cooperativista inclusive com mudanças significativas nos custos das relações contratuais. Neste contexto levando em consideração que a Instituíção é passivel de análise, este trabalho é pautado pela abordagem Institucionalista para inferir acerca do desenpenho Institucional em cooperativa de crédito. Tendo a cooperativa singular SICOOB COOSA ( Cooperativa de Economia e Crédito mútuo dos servidores da AssembléiaLegislativa do estado do Pará Ltda.) Como referencial no âmbito do sistema SICCOB ( Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil ) na Amazônia, e caracterizando-a num estudo de caso, como credi em ambiente urbano e de servidores públicos no estado do Pará, cuja investigação está pautada sobre as teorias do capital com enfoque institucionalista, bem como da análise microeconômica da Nova Economia Institucional ( NEI ) de Ronald Coase e Oliver Williamson, e considerando as Teorias da Agência ( TA ), e da Economia dos custos de Transação ( ECT ). Assim busca-se explicar a performance de desempenho, levando em consideração os riscos de crédito, confiança, transparência, e além disso, os custos de transações entre o Agente e o Principal, ou seja, entre a cooperativa e cooperado e se entorno. Portanto, essa pesquisa subsidiariamente discute tendências e as possíveis contribuíções críticas acerca das exigências do mercado financeiro e adequação a estrutura de governança corporativa no cooperativismo de crédito.
Assuntos Cooperativismo Pará
Cooperativas de crédito Pará
Controladoria Pará